Como descascar uma cabeça de alho em menos de 10 segundos

Quando assisti esse filme, achei que se tratava daqueles tipos de técnicas que só dão certo na TV. Mesmo assim, fiquei tão curioso que decidi testar. No caso, faltou o par de bacias metálicas, então, acabei usando uma panela com tampa. E não é que deu certo? Foram cerca de 10 segundos pra ter os dentes de alho bem descascados. Eles ficam levemente rachados, mas pela praticidade, vale a pena. Só não deixe de agitar com vontade, porque se o movimento for bunda mole, os alhos continuarão vestidos quando você terminar o “chacoalha do despelamento”.

Um toque pra quem sofre de TOC

Zilhões de medidas e modularidades pra segurar a onda de quem sofre com a desordem visual.

Não dá pra imaginar a vida sem simetria, modularidade e harmonia de formas. Inclusive, na comida. Essa tábua de corte é uma maravilha pra quem sofre de transtorno obsessivo compulsivo. O tal TOC. Devo confessar que me interesso pelo tema e já li algumas coisas bem interessantes à respeito. Uma delas é que todos temos TOC em determinada fase da vida. O que muda é que algumas pessoas desenvolvem neuras e vícios e alimentam necessidades de organização e simetria, a partir de repetições de pequenas ações do cotidiano. E não se surpreendam, o auge do TOC acontece na adolescência. Maldita época da vida. Irritantes e cheios de verve.

De qualquer forma, tá aí uma ferramenta pra deixar os pratos mais bonitos e bem acadados. Tô pensando em ter uma dessas na minha cozinha. Pra quem quiser saber mais, a tábua se chama OCD Cutting Board e custa US$28. “Tá, mas onde eu vou achar?!” Abaixo tem links pra você poder comprar online, caso seus olhos tenham brilhado como os meus.

[Gadgets and Gear via The Awesomervia CrunchGear]

Diquinha gostosa

Tem dias que precisamos abrir a geladeira e encontrar algo saudável e saboroso e que quebre o protocolo dos sucos e refrigerantes.

Desde sempre minha família cultiva o costume de aproveitar o máximo dos alimentos. Nessas, minha infância acabou sendo regada por chá de casca de abacaxi, algo que sempre gostei de beber bem gelado.

Eita, combinação boa!

Essa semana, decidi fazer uma nova versão do velho chá. Fervi as cascas de abacaxi (gosto de deixar nacos da polpa do abacaxi pra melhorar o gosto) em uns dois litros de água, dois cardamomos (sem casca, gente) e um leve toque de açúcar.

O resultado foi uma bebida gostosa, refrescante e saudável. Beba gelado e, se quiser dar um toque a mais, sirva com folhas de hortelã. Vale a pena.